Deve um artista fazer concertos live no instagram?

Nesta época os músicos têm se refugiado em concertos live no instagram para colmatar a falta de concertos. Será o mais correcto ou não? Já tive esta discussão com vários artistas e managers e a opinião nunca é consensual.

Acho que a melhor resposta é a resposta comum: o bom senso.

Há vários prós e tantos outros contras e cabe a cada artista conseguir entender o que fazer ou não sentido para a sua estratégia.

Uns levantam a questão de que os artistas estão a oferecer o principal produto que têm para vender (o espetáculo). Afirmam que se estamos a entregar de mão beijada o que outrora as pessoas pagam, quando voltarmos ao “normal”, já não vou querer pagar.

Outros dizem que é uma oportunidade única de unificar os seus fãs e de aumentar o envolvimento.

Concertos live no instagram? Sim ou não?

Tudo dependerá certamente do nível em que o artista está na sua carreira.

Penso que o pensamento que se mantém em uníssono é sem dúvida o de que se é para estar, deve-se estar da melhor forma possível. Há que garantir uma qualidade de som e imagem que faça sentido de acordo com a imagem e estratégia do artista.

Pessoalmente, é difícil ficar satisfeito com um live de um rapper que coloca os instrumentais a sair do computador e a cantar por cima, sentado, sem dinâmica ou até entoação, típica de um espetáculo de rap. No entanto sabe-me bem ouvir um live do António Zambujo a tocar guitarra e a cantar as suas músicas mais conhecidas.

Penso que esta pergunta se responde com outra pergunta.
Faz sentido para o teu artista fazer concertos live no instagram?

Se sim, faz mas potencia a questão. Sabe já como potenciar os lives no instagram ou facebook.

Se não, certamente haverá outras alternativas.

E tu? Qual é a tua opinião? Envia-me a tua opinião para joao@tuff.pt.

Conto contigo. Até já,

João Moura de Paiva

Managing Partner @ tuff Agency