Qual a diferença entre EP e LP?

Por certo, já foste confrontado muitas vezes com as palavras EP e LP. Mas o que é que isso significa?

EP

EP é uma abreviatura para Extended Play. Normalmente trata-se de um disco / gravação que contém mais que um single mas menos que um álbum.

É tradicionalmente utilizado com trabalho de apresentação de várias bandas.

A maioria, em média tem entre 3 a 6 músicas. Pretende-se que seja curto e objectivo. Normalmente não é vendido mas utilizado como um trabalho de promoção da própria banda, ainda que alguns sejam comercializados.

Chama-se “Extended” por ser uma “extensão” dos singles.

LP

LP significa Long Play. Trata-se do comum álbum, que contém mais músicas que um EP.

Segundo a Wikipédia, a expressão LP foi introduzida pela major Columbia em 1948 e foi logo adoptado como um standard da indústria.

Antigamente, existia também diferença entre o tamanho do próprio disco vinil.

Quanto à duração de um EP e LP, a história tem provado que não existe uma regra certa.

Em média um EP tem menos de 30 minutos (e 6 músicas) e um LP mais de 30 minutos (e mais de 6 temas, com uma média de 12 temas).

Ainda que EP e LP tenham sido termos inventados para referenciar discos de vinil, ainda hoje são bastante utilizados até em edições digitais.

Tanto o EP como LP possuem códigos UPC. Sabe já qual a diferença entre os códigos UPC e ISRC.

Tens alguma informação que possa acrescentar a este artigo? Escreve-me para joao@tuff.pt. Até já

João Moura de Paiva

Managing Partner @ tuff Agency