Como criar uma banda?

Criar uma banda é sem dúvida um sonho para muitos músicos. Mas com o tempo poderá vir a revelar-se um autêntico pesadelo. Muitos me perguntam quais os primeiros passos para criar uma banda e eu vejo aqui dois casos diferentes.

1) Queres formar uma banda do zero

Criar uma banda do zero é um processo demorado e sem previsão de retorno. És músico e tens uma ideia para uma banda. Muitas das bandas que fizeram história da música Portuguesa nasceram da vontade de um ou dois músicos. Primeiro nasce uma ideia do tipo de projeto, depois procuram-se os melhores músicos que se identifiquem com o projeto. Ao formar uma banda, poderás continuar a ser total responsável pelo projecto e a contar com os músicos apenas para te acompanhar ou dividir todas as despesas, responsabilidades e lucros com todos os elementos.
Um exemplo prático. Os WACK nasceram de dois MC’s que já trabalhavam juntos e quiseram juntar novos músicos. Neste caso, um produtor e um scratcher. Um EP mais tarde, o projeto foi crescendo e juntaram-se um baixista e um baterista para compor a secção rítmica de um projeto. Agora, os WACK contam também com um pianista e um novo vocalista. Poucas são as bandas que se mantêm com a mesma formação desde o seu início.

2) Tens um projeto a solo

Já tens o teu projeto e muitas músicas criadas mas queres uma banda para te acompanhar em futuros concertos ou na gravação de um disco. É algo perfeitamente normal e até um processo natural no crescimento de um músico.
Na tuff, passámos por esta situação para conseguir fazer crescer a musicalidade do Streets Zion ao vivo. Streets Zion é um artista reggae com fortes influências no Hip-Hop e na música tradicional de Cabo Verde. 10 anos depois de iniciar a sua carreira a atuar com DJs como suporte, chegou a hora de criar uma banda que o ajude nas atuações ao vivo. Para esta situação, procurámos identificar quais os instrumentos que precisamos para o ao vivo e procuramos os melhores músicos para o efeito. Procurámos músicos que tivessem ligados ao reggae e que principalmente, gostassem do projeto do Streets Zion.
Para gravar o disco poderás contratar os músicos acordando um valor para a gravação. Outra forma é conseguir concertos com cachet razoável e pedir aos músicos que se disponibilizem para gravar o disco e em troca acompanhar-te-ão para todos os gigs de apresentação dos mesmos e ficarão com uma percentagem das vendas, por exemplo.
Seja qual destes dois casos seja o teu numa banda é normal que exista um líder. O líder da banda assume a função de manager e ajuda a coordenar todos os músicos envolvidos. Além destes líder, é necessário também que exista um “director musical” que assuma o comando na criação ou dos e espetáculos ao vivo ou dos temas para gravação do CD (assumindo a função do produtor musical). Ambas as “funções” poderão ser delegados a elementos fora da banda que os ajudam tornar o projeto profissional mas claro que estas criam custos.
Não há nada como fazer parte de uma banda. Escrevi mais alguns artigos que te ajudarão no processo de criar uma banda.

Espero ter ajudado!Digam-me algo para info@joaopaiva.pt

João Moura de Paiva

Managing Partner @ tuff Agency